Lidando com a dor do divórcio

“Embora não haja um jeito certo para lidar com sua dor enquanto está enfrentando a dissolução de seu casamento, algumas habilidades para enfrentá-la são melhores que outras.

Conversar com alguém sobre seus sentimentos pode ajudar o processo de luto a avançar, e não falar com ninguém – ou seja, não querer lidar com o que está sentindo – não lhe permite continuar. Isso acontece por inúmeras razões.

Para que a dor passe, ela deve ser conhecida. Assim como uma criancinha que puxa a manga de sua blusa na tentativa de chamar sua atenção, suas emoções precisam ser “ouvidas”. Se você ignorar a criança, ela não para de puxar ou tentar conseguir sua atenção.

Ela pode, na verdade, puxar com mais força e pode até mesmo começar a gritar! As emoções são parecidas. Não vão embora simplesmente porque você não quer senti-las ou são inconvenientes.

Experimentar a dor, a tristeza e a solidão, mas não expressá-las, o mantém preso, porque você se torna emocionalmente bloqueado com quaisquer emoções que não esteja se permitindo sentir. Conversar sobre a sua dor é uma forma de reconhecê-la”.

Susan Pease Gadoua

About The Author

Dani Teixeira

Formada e pós-graduada em algo que nunca lhe deu prazer. Conheceu o coaching, enfrentou um divórcio complicado, abandonou a advocacia no serviço público, fundou a Reconstruindo Histórias e passou a trabalhar apenas com o que ama: ajudar outras pessoas a reconstruírem suas histórias. Hoje é Master Coach, Analista Comportamental e Membro da SLAC – Sociedade Latino Americana de Coaching.

Ei! Participe deixando seu comentário! Não custa nada... :o)