Negociação

 

“A negociação é provavelmente a fase mais evasiva do processo de luto, porque a maioria das pessoas faz isso sem saber que está fazendo. A negociação é decorrente da esperança de que as coisas possam acabar diferentes, ou do arrependimento quanto ao que deu errado no casamento, e do desejo de que pudesse haver uma segunda chance – uma renovação, se preferir. É refletir sobre o que aconteceu entre você e seu cônjuge e, depois, pensar repetidas vezes sobre o que poderia ou deveria ter sido diferente com você, com seu cônjuge, seus filhos, ou uma escolha que foi feita, apenas para citar algumas possibilidades.

Como os outros quatro estágios do processo de luto esta é uma fase normal que você não necessariamente deveria tentar evitar, mas é uma fase que, quando não trabalhada, pode continuar ocorrendo anos depois do divórcio. É importante reconhecer quando você está negociando para que possa aprender a lidar com isso.

Toda vez que se pegar pensando sobre o que poderia ter sido ou desejando que as coisas tivessem sido diferentes, está negociando seu futuro.

Em alguns casos, é saudável rever sua decisão para assegurar-se de que um rompimento é realmente o que ambos querem e precisam. Alguns casais, na verdade, querem reatar e renovam seu compromisso de trabalhar no relacionamento.

Em outros casos, negociar demais ou ter pensamentos que expressam desejos pode ser um sinal de negação. Por isso, é importante passar pela fase de negociação, e se você achar que não consegue, é um indício de que precisa de mais apoio mental ou emocional do que está recebendo”.

Susan Pease Gadoua – Mais forte a cada dia

About The Author

Dani Teixeira

Formada e pós-graduada em algo que nunca lhe deu prazer. Conheceu o coaching, enfrentou um divórcio complicado, abandonou a advocacia no serviço público, fundou a Reconstruindo Histórias e passou a trabalhar apenas com o que ama: ajudar outras pessoas a reconstruírem suas histórias. Hoje é Master Coach, Analista Comportamental e Membro da SLAC – Sociedade Latino Americana de Coaching.

Ei! Participe deixando seu comentário! Não custa nada... :o)